domingo, julho 09, 2006

E a lista continua...

Lembrei-me de um post que Maria publicou há algum tempo: "As coisas Boas da Vida".
Recordei momentos e tentei descrevê-los em palavras, mas a lista era enorme e não traduzia nem de perto o quanto eram bons.

Então lembrei-me de uma forma de juntar tudo num momento, e talvez assim, conseguisse, pelo menos desta vez, fazer com que compreendessem...
Procurei e descubri!

Recordei aqueles dias no Gerês, com amigos que me aquecem a alma, com a promessa de um novo ano e novos abraços.

Recordei a madrugada de um ano novo, recostada num sofá, enquanto assistiamos a um filme que descubri com uma amiga que me sorri em sintonia.

Recordei a partilha, a bordo de um carro, de um riso delicioso e aberto que explodiu de um olhar sorridente e propositadamente "distraído", depois da cumplicidade das palavras que surgem naturalmente como se fossem patilhadas desde sempre.

E recordei que tenho muita sorte em ter tantos cúmplices, que conspiram para que sorria, e que se for preciso cantam por cima das minhas palavras a música que passa na rádio, mesmo que a minha vontade seja a de me magoar com memórias.

Vejam lá se não há momentos como estes em que o triângulo dos afectos se fecha por um instante e se ilumina...

4 comentários:

Carminho disse...

A resposta é SIM, há esses momentos.
E, como nem sempre os tive, sei dar-lhes o devido valor. São esses momentos, essas vivências as verdadeiras jóias preciosas que compõem a minha riqueza...
Um dia destes, disse a uma amiga que era Rica...e, de facto, pensando melhor, sou Multimilionária :)
Tenho muito a agradecer e muito a retribuir..nesta viagem deliciosa que tem sido, é e será a minha estadia por esta 'highroad called life'!

E esta cena é melhor do que Haagen Daas de cookies and cream! Adorei este filme, porque o vi duas vezes, em duas etapas completamente distintas da minha vida: quando ainda havia a esperança...e depois, quando havia a plena realização...

AMEI este momento.
Que se multipliquem a todos nós e que os possamos partilhar (sempre que possivel)....Beijinhos

Madalena disse...

Neste momento encontro-me com aquele sorriso, aquele mesmo, que nem sempre tenho, mas que gostaria de ter todos os dias.

Recordo de facto momentos em que no meio do pânico, de uma aflição, ou só apenas um momento de mau humor, me apeteceu rir ou chorar, e aquela amiga estava por perto.

Sim. Cantamos, sobrepossemos as vozes, rimos e também choramos, falamos de coisas sérias a sério que podiam magoar, mas também a brincar e brincamos com coisas que acreditamos que ainda vão acontecer. Mas acima de tudo sabiamos que independentemente do que estivessemos a fazer ou a dizer que não estavamos, nem estaremos, sozinhas.

Porque preciso de esperança, acreditem que vou vê-lo pela terceira vez, como se fosse a primeira e vou colocar aquele sorriso delicioso quando aquele foto for tirada ou simplesmente com ele cantar para ela.

Momentos como estes que partilhamos e continuaremos a partilhar, são de facto coisas que a vida tem de bom.

Obrigada

Maria disse...

É também por saber que existem esses momentos de pura cumplicidade que sorrio diariamente....
Tenho tantos no meu álbum de memórias.... e tenho uma estrada longa de cumplicidades para percorrer....
A vida vale a pena por isso... pela cumplicidade e pela partilha: a intensidade do que se recebe ao partilhar um olhar cumplice!!! Uma ideia... um sorriso... a Vida é isso!!!
Pensem lá, os vossos maiores momentos de felicidade não foram momentos de cumplicidade??? Sim, claro que sim....

PS - Parece-me que não será só a MáDá a rever a lot like love.....

Sal disse...

São momentos fantásticos!

Que recordemos sempre os momentos futuros...

Um beijo cúmplice

P.S - Coronado...