terça-feira, julho 29, 2008

Indignação

Massagens proibidas nas praias algarvias

O comando marítimo do sul decidiu proibir as massagens nas praias algarvias. A justificação para esta proibição está relacionada com o receio de eventuais fins mais quentes de massagens que até podem começar inocentes.

Ora onde já se viu isto? Isto é um ultraje, um retrocesso nos tempos! Cá para mim, o comando marítimo anda a ver muitos episódios do ''Conta-me como foi'' e agora está convencido que estamos no tempo da ditadura.
A dar cabo assim da carreira de milhares de massagistas credenciados e diplomados que durante todo o ano esperam ansiosamente pelo verão para aí fazerem uns trocos valentes e ... agora isto!
E que dizer dos pobres veraneantes que, à falta de uma espreguiçadeira, se vêem forçados a estender o corpo na terrífica areia que, por mais que se teime em alisar, persiste em se contorcer tal qual um colchão já todo mal amanhado e, assim, contribuir para lombalgias e para até dolorosos torcicolos!?
Hã, que vai acontecer a esta gente, coitadinhos? Hã, quem lhe vai tratar da saúde?
E a Ministra não se pronuncia? Abaixo a lombalgia!
É um descrédito total para com esses profissionais, esses talentosos homens e talentosas mulheres que, munidos do seu óleo Jonhson para bebé esturricado pelo sol (a temperatura quente ameniza a dor muscular), se mobilizam debaixo de tórridas temperaturas e assim oferecem, a troco de uns parcos euros, o poder curativo das suas mãos abençoadas ...
Gente pós-graduada, valha-me Deus! Especialistas nas mais diversas áreas corporais!
Gente trabalhadora, que só quer passar as suas mãos pelo corpo dos outros para fazer o bem!
E gente que só quer que os deixem deixar que estes profissionais lhes façam o serviço como deve de ser!

Mas não! Tinham de vir os senhores do comando marítimo! Ah e tal, massagens na praia não! Ah que as temperaturas começam a aquecer?! Pois concerteza que sim, que a fricção assim o obriga, mas isso faz parte da terapêutica valha-me Deus! Eles não saberão que o calor alivia a dor!?
Enfim ... A par da minha indignação só fica a minha questão: mas por que diabo é que foi comando marítimo a proibir as massagens, uma vez estas são são actividades que se passam em terra? Como é que eles sabem destas coisas?
Não deveria ser um comando terrestre (ou comando arenoso) a tomar esse tipo de decisões?

Será que se trata de um perigoso jogo de espionagem veraneante? Será que somos todos espionados do alto mar, em lunetas gigantes? Será? Será?
Oh meu deus, será que conseguem ver as nossas depilações feitas à pressa e trapalhonas?
Será?
Será que conseguem ver as mãos marotas do rapaz de 16 anos que passa o creme no corpinho da menina de 15?!
Só pode ser, se não for isso, como raio é que os homens lá em alto mar, rodeados de peixe, conseguem medir as temperaturas aos massagistas e massajados?
Será que os verdadeiros inocentes são os massagistas e que o mar é aquece a mente dos comandantes marítimos?
Não será, por isso mesmo, (questiono os senhores do mar) tempo de lançar âncora e virem relaxar uns dias à praia e até quem sabe fazer uma massagenzita? ;)
Inveja é uma coisa muito feia ...

3 comentários:

Massagista Chinesa em Barcelona oferece seus serviços disse...

Másságe?
5 eulos!
;)

gisela disse...

ah pois, há massagens e massagens!! “Toda a gente sabe como começam mas ninguém sabe como acabam”, diz o comandante do CMS...
Aqui nos EUA tb é assim, nada de massagens em público. Portugal está a entrar no primeiro mundo. O problema é que vamos de mal a pior!

Madalena disse...

Olhem eu cá gostei bués da minha massage na praia! Pena mm foi não ter sido só 5€. É vero

E por acaso, só por acaso, até soube como ela começou e acabou! Tb é vero!

Será por acaso que o comandante não gostou na massage que lhe fizeram, hummm, cá pra mim foi isso.