quarta-feira, fevereiro 02, 2011

A Mulher que calçava sapatos de homem

Tirando os aspectos negativos de ter que andar de autocarro todas as manhãs (que são alguns, é certo, mas aos quais sobrevivo) confesso que acho divertido o facto de começar a conhecer as pessoas que, de segunda a sexta, me acompanham na viagem.

Entre elas, existem duas senhoras muito castiças, mas destaco a mulher que calça sapatos de homem.
Não é jovem, podia ser minha mãe. Usa roupas femininas, banais mas nos pés traz sempre calçado tipicamente masculino.
Num dia, mocassins pretos em verniz, noutros sapato de atacador em camurça castanha, entre outros modelos.
Dou por mim a olhar para os pézitos desta senhora curiosa por saber o seu sapatito do dia e, sobretudo, a pensar que ela tem uma ganda pinta!!

Nos restantes momentos da viagem em que não vou entretida a olhar para os pés dos passageiros, fecho os olhinhos e «medito» :)

3 comentários:

Maria disse...

Este post fez-me pensar que se calhar, se calhar, a sociedade ainda não está perdida de todo... Pois ainda há pessoas capazes de nos cativar a atenção e ainda há pessoas dignas de olhar os outros!!!

O que eu odeio a atitude de ir no metro - autocarro e enfiar o nariz no livro ou no jornal ao ponto de se ignorar as pessoas à nossa volta.

Carminho disse...

Cara amiga

Pelo que tenho visto essay attitude fleumatica e alienada esta bem longe da encontro diariamente nos transportes do Porto. As pessoas olham-se entre si, de cim a a baixo, de baixo a cim a. Leek o que vas a leer e se possivel ate ouviam a music que escutas nos phones, mas o melhor memo Sao as pesos que falam alto so telemovel para regozijo dos rest antes, pelo menus o Porto ainda esta bem desperto para a existencia alheia.

Maria disse...

Ainda bem... acredita!!!