quarta-feira, setembro 02, 2009

Bacalhau com Creme Culinário Light - The Audacity of Hope Era

Testing: one, tue, three, Testing: one, tue, three,
«My fellow citizens,
I stand here today humbled by the task before us, grateful for the trust you have bestowed, mindful of the sacrifices borne by our ancestors ....’


Eu, narradora, retornada do além(tejo) e atendendo a um pedido expresso da Ivana (e também porque não digo que não a um desafio) declaro, de modo triunfal e servindo-me das palavras do discurso de tomada de posse de Obama, aberta a nova época bacalhoeira 2009/2010!

Com efeito, o Bacalhau com Natas deu início, no arranque de 2009, a uma nova era.
À semelhança de Obama, o Bacalhau e os seus membros ousaram mais, arriscaram mais.
Têm evidenciado uma nova atitude, uma (eu diria) ‘Audacity of Hope’.
Obama marcou de forma inegável a transição e rompeu com as ideias medievais vigentes da era Bush e antecessores.
Inspirado por este Deus do ébano, o Bacalhau arrojou e adoptou um novo acompanhamento: o novo Creme Culinário Vaqueiro Light! Apenas com 7% de matéria gorda, o Creme Culinário Vaqueiro Light é mais leve que todas as natas. Com esta escolha mais saudável, o Bacalhau enfrentou o Verão mais elegante, mas igualmente saboroso e inspirado!

E que inspiração! À data de hoje o Bacalhau conta já com um total de 81 postas, o que significa que falta pouco para ‘apanhar’ e superar as 90 postas atingidas no ano de 2008. Tal revela, por parte dos membros e estimados tutores, uma energia renovada, uma nova vitalidade!

Espera-se portanto que, na nova época 2009/2010, as postas surjam espontâneas, frescas e coloridas.

E pela amostra mais actual, parece que estamos no bom caminho quanto a frescura e jovialidade!
As mais recentes festividades têm reunido os membros do Bacalhau que têm andado dispersos mas, como veremos mais adiante, por bons motivos!
No mega-evento de encerramento do Verão que durou dois dias consecutivos, celebraram-se os aniversários de Maria e de Ivana.

Flashes disparavam em todas as direcções à medida que os convidados altamente seleccionados entravam no Tapas&Papas.
Maria, envolta numa seda esvoaçante, entrou triunfante no local onde velhos e novos amigos a aguardavam com ansiedade. Exibindo uma nova franja, esta menina half tuga-half londrina, mostrou-se feliz por regressar ao velho amigo Porto e ser acolhida com o carinho de pessoas que lhe desejaram toda a felicidade do Mundo!

Na passada segunda-feira desta semana, Maria agarrou nalgumas centenas de balões coloridos, levantou voo e aterrou, horas depois, em East London. Esta Princesa atravessou profundas mudanças a que o Bacalhau assistiu com curiosidade e deslumbramento. Liberta de Carminho e do Adamastor que a assombrava, Maria ganhou coragem e voou! Ousou vencer os seus medos mais secretos e virou Princesa em todo o seu esplendor. Mesmo nas horas em que se sente Gata Borralheira, aguenta firme e dá a volta por cima! E sabe que, nos bons e nos maus momentos, possui um grupo de pessoas que lhe querem muito bem e que a admiram por ser quem é. Elas estão sempre lá, ainda que por vezes em silêncio. Embora saiba que Maria adoptou um novo blog, o Bacalhau confia que este «novo filho» não faça com que a Maria se esqueça dele.
E que nunca esqueça que nele estão depositados alguns pedaços desta transição de lagarta para borboleta colorida.

Neste evento esteve também presente o seu Prince P., regressado de uma surfadela de horas nas belas ondas na Costa da Caparica. Para ele o Bacalhau endereça duas palavras a reter: Sun Screen J, e deixa o convite para uma posta, sempre que lhe apetecer. Porque mandar a Princesa Maria escrever comments ‘‘on behalf of Prince P.’’ não está com nada e para além do mais, a gente agradece saber em primeira-mão o cartaz cultural londrino e tuga!

(E já agora, a narradora tem um recadinho para si, cara Princesa: é que a gente por cá aprecia o belo do bolinho com a velinha para assoprar! Tudo bem que é Verão e o biquíni exige esforços mas a tradição é para cumprir! Desta vez escapou!)

Na festa de aniversário esteve também presente, como não poderia deixar de ser, a artista Sãozinha! Dada a crise artística no Porto, Sãozinha também abraçou um novo desafio e abraçou Lisboa … e alguém também. E diz que não só abraçou como também deu uns beijinhos e afagos no rapaz. No entanto, não há motivos de preocupação com tamanha proximidade, constantemente desaconselhada pelo Ministério da Saúde! Ambo estão vacinados!!
Outro ponto de viragem foi que Sãozinha não adoptou as natas light mas foi um pouco mais além e tornou-se vegetariana.
Eu, narradora, espero para ver quanto tempo é que esta menina aguenta sem a bela da francesinha! J Como diz a música da Vanessa da Mata: Bôa Sortxi!

A abrilhantar o evento surgiram os ultra-morenos Bilha & Carminho que causaram furor e limparam os pimentinhos padron da mesa!

Maria foi brindada com muita sangria (segundo o talão com 96€ dela, para ser mais exacta!) e com uma viagem no tempo. À falta da maquineta que ainda está para ser inventada, porque os investigadores estão mais focados em descobrir meios de fazer lipoaspirações sem cirurgias e outras coisas tão ou mais importantes do que esta, utilizou-se um manuscrito pré-histórico que veio revelar que Maria fez em em dedicar-se às continhas ao invés da leitura do futuro nas cartas ou nas espinhas do Bacalhau.

E por falar, em leitura do futuro em espinhas do Bacalhau, Má-Dá apresentou-se fresca e airosa na festa de Maria, envergando um sorriso de orelha a orelha sempre que se pronunciava a palavra mágica ‘Amesterdão’. Fontes próximas confidenciaram ao Bacalhau que a menina Madalena ficou tão rendida aos fascínios holandeses que o seu candeeiro no quarto tem agora um pano vermelho a cobri-lo para simular a ‘Red-light’ e nas jarras estão espalhadas túlipas, como se não houvesse amanhã. Dizem também que Má-Dá trocou o carro pela bicicleta e que Van Gogh lhe sussurrou ao ouvido no Museu:

«- A menina está uma obra de arte, sabia?»

Má-Dá deixou-se há muito de ler o futuro nas espinhas e entrou, também ela, numa nova era: a do ‘’carpe diem’’, vivendo cada dia de cada vez.

A acompanhá-la na filosofia do Carpe Diem que, no caso delas, mais se poderia chamar ‘’ Bazamos?’’ estão Ivana e Betty. E a resposta parece ser sempre afirmativa já que as 3 meninas andam sempre no laré, passeando-se por Sintra, Lisboa, Paris, Algarve and so on, and so on. As más-línguas dizem até que Ivana pintou as unhas de vermelho um dia!! Tal rumor a comprovar-se vem sustentar a tese de que uma nova era está já a bombar! E a alto som, a julgar pelos decibéis das musiquinhas que passam no Forte de S. João. Ivana parece ter arrumado definitivamente os corsários e as havaianas passando a trajar vestido e salto alto! E Betty tem-na acompanhado nessas andanças, o que vem provar que gravidez não é doença e que pode-se continuar a fazer tudo, sem limites! ;)

E já que falamos em Ivana, o dia que se seguiu ao aniversário de Maria reuniu novamente celebridades para, desta feita, celebrar com pompa e circunstância, o aniversário da dita menina. Outra grande novidade parece ser a adesão do trio Ivana, Má-Dá e Betty a esse movimento conhecido como movimento xu-xu (ou movimento sushi, para quem não chegar lá).

Mais uma vez Carminho e Bilha juntaram-se ao grupo. Após insistências de Bilha, Carminho ensaiou uma maquilhagem deveras sensual e provocante, utilizando lápis nos olhos. Se o resultado sensual foi atingido ela nunca o saberá, mas sabe que a atingiu (e em cheio!) uma conjuntivite por alergia ao cosmético. Bilha já terá manifestado o seu arrependimento por ter encorajado a ‘maquilhage’ ocular, até porque é a ele que cabe a tarefa de, todas as manhãs, descolar com soro as pestanas de Carminho que estão coladinhas!!

O jantar no Restaurante do Xuxu correu bem não fosse uma senhora que entrava em pânico e gritava sempre que o senhor Xing despoletava uma labareda mais forte na brasa do balcão. Tenho para mim que a dita senhora não sabia o significado da palavra Zen e devia pensar que os senhores deram esse nome ao Restaurante porque um deles se chamava assim, tal como um Eugénio dá o nome Eugénio ao seu próprio restaurante.

- Ulá. Sou o ‘Gen, do Restaulanti Gen.

Bem, adiante. O jantar foi apreciado, embora o empregado tivesse mais iniciativa do que aquela que seria esperada (e desejada) e brindasse a mesa com pedidos não efectuados:

‘’ Por favor, traga uma cola e duas garrafas de água’’

E o empregado trazia, depois de considerar que este era um pedido aborrecido e desinteressante’’

Aqui está: ‘’ Duas colas e uma galafa di água!’’

Foi sinistro … Bom, adiante.
Já mais tarde, a aniversariante foi brindada com uma caixa com bolas de papel coloridas que a Má-Dá havia amassado durante a sua estadia em Amesterdão porque eram mesmo muitas e ainda demorou alguns dias…
Bilha, com uma nova faceta ecológica, alertou para os perigos da desflorestação amazónica e desincentivou o consumo excessivo de papel. A era de casado está, evidentemente, a despertar uma nova consciência social no jovem. Mais responsável e tal … (desde que a Carminho o continue a autorizar umas saídas às Galerias Paris com os amigos!!)

O presente em si revelou ser, nas palavras de Ivana:

‘’ Talvez o melhor presente de anos que já recebi!’’

Fontes próximas, designadamente, o amigo da amiga que é prima de um amigo da amiga de Ivana, revelaram que está para breve uma demonstração ao vivo na casa de Ivana de como se utiliza um termómetro. Desenganem-se, porém, os mais maldosos que ninguém apanhou Gripe A e está com febre. É para medir o vinho, santinhos!! Para que ele não caia mal no estômago dos desgustantes.
Ao que parece também, embora possa ser um rumor infundado, Ivana terá sido convidada a passear de avião enquanto lhe é feita uma consulta dentária. O que é que tem o rabiote a ver com as calças? Eu cá não sei … talvez um novo método de raio X aéro-espacial? Hum …


Bom, a nova era parece, de facto, ter atingido todos os membros deste Bacalhau com Creme Culinário Light. Neste exacto momento, Carminho prepara-se para terminar a sua tarefa de narrar este novo episódio, mais em jeito de relato do estado da arte dos membros do bacalhau, para se ir empoleirar em cima de uma bola gigante e esticar-se todinha ao som de uma cascata de água, enquanto as articulações estalam de felicidade.
Rumores dizem que, a falta de Pilates nas férias de Verão, terão sido a causa do súbito ‘aloiramento’ das melenas carminianas. Isso permanecerá um segredo, mas aqui fica o conselho: ‘’Não pintem os cabelinhos em casa! Vão ao salãozinho!’’.

E pronto, that’s it for today, fellow citizens!

Entramos numa nova era: uma era em que o Daily Show do Jonh Stewart passou a ter menos material de sátira política porque o Bush regressou ao seu rancho texano e cancelou as deploráveis actuações no palco mundial.
Uma era em que as fotos da publicidade Benetton já não chocam porque os nudistas ali do Meco aparecem em directo para a TVI para falarem de depilação caseira. Uma era em que pretos e brancos acasalam etêm filhos coloridos e isso é não só público como cool (vejam o caso dos filhos da Heidi Klum e do Seal).
Uma era na qual a Oprah (após 10 temporadas do programa) finalmente assume que gosta é de se atirar em comida de gente e não de grilo e a Tyra vai atrás dela e começa a fazer todas as refeições no McDonald’s com fé que isso lhe engorde as audiências.
Uma era na qual os candidatos a governar Portugal parecem ser de piadinha enquanto ansiamos pelos ‘agora a sério, vá’.
Uma era em que avistamos os trinta por um canudo em vez de ser pelos binóculos mas sorrimos com isso (embora por vezes seja um riso neuroticozinho e ansioso).
Uma era em que, acima de tudo, há que saber viver da melhor forma, em vez de ir sobrevivendo no tédio das horas que passam.
Uma era em que, acima de tudo, importa agradar a nós próprios.
Uma era em que os nossos sonhos se materializam se acreditarmos em nós e lutarmos por eles.
Uma era de viragem de páginas do passado e de olhar em frente para as que ainda há que escrever.
Porque a verdadeira audácia está em renovarmos constantemente a esperança na vida!

Bibó Bacalhau Moderno e sem Tabus, balé?!

4 comentários:

Madalena disse...

Adenda:

No festejo seguinte também não existiu bolinho, só velinha! Parece que a tradição já não é o que era!

Madalena disse...

Mais uma vez a senhora narradora surpreendeu pela sua criatividade, que nos levam a risos. Isto sem nunca esquecer as "berdades".


Ah! Já agora de facto deixei-me da balança e das espinhas do bacalhau, o que está agora a dar é mesmo "nuvens de fumo". Resultado deixa-se de viver angustiado com o futuro e rimo-nos perante o momento.

Ivana disse...

Narradora, oh narradora... não podia pedir melhor episódio!
Adoro a sua genialidade!

E agora tenho que ir porque tenho que continuar a treinar andar de stilettos...

Viva o bacalhau!!!!!!

Maria disse...

Gosto gosto bem do seu novo episódio!!

PS - A falta de bolo foi um erro de casting!!! Eu culpo o facto de agora ser emigrante... Mas prometo que para o ano a festa é bem grande e haverá BOLO!!!