segunda-feira, outubro 13, 2008

Será que o Destino comanda a nossa vida?

Nunca fui muito de acreditar que o Destino ou os Deuses fossem os arquitectos supremos dos nossos caminhos. Tenho curiosidade em saber mais sobre as ciências ocultas, mas não vivo obcecada com isso, porque acredito que cada um traça o seu próprio destino com as atitudes que toma.

Há uns dias uma cigana insistiu comigo, queria ler-me a mão, mas eu não estava muito convencida. Então disse que eu estava muito pensativa, perguntou-me o nome dele, disse que uma amiga falava mal de mim e que na altura do Natal me iria acontecer algo menos bom; fiquei curiosa, até porque estava a precisar de ouvir algo diferente, mesmo que fossem parvoíces, mas também estava atrasada... talvez daqui a uns tempos aceite.

Como qualquer mortal, leio o horóscopo... se a previsão for positiva, sorrio e o dia corre bem, caso contrário, atribuo a culpa à disposição dos planetas. Aliás, não acredito em coincidências, mas ultimamente têm acontecido tantas na minha vida que acredito piamente que os deuses colocaram o meu nome no topo da sua lista "Quem vamos gozar durante os próximos dias?".

Inicialmente pensei que andava com a "mania da perseguição", mas contra factos não há argumentos. Onde quer que esteja, para onde quer que vá, com quer quer que fale, tudo aponta para o mesmo... Ele! Claro, há sempre um Ele para destabilizar a vida pacata de uma menina que vive sossegadita na sua aldeia.

No início até tinha a sua piada. Pensei "É o meu destino!". Eu sei o que quero e sou persistente. A palavra "desistir" não faz parte do meu vocabulário e estava disposta a tudo. Desde que a porta estivesse entreaberta, havia sempre uma possibilidade, por mais remota que fosse... (mesmo que só houvesse 0,003% de possibilidade, como alguém me disse), mas agora... já chega! Não há quem aguente!

Quando vos disserem "longe da vista, longe do coração", não acreditem! É tudo treta! Digo-vos eu, aqui e agora, que quando se gosta a sério, não há km que apague o sentimento. E por mais que eu queira, os Deuses não deixam.

É verdade, ultimamente os Deuses têm mais tempo livre e as coincidências sucedem dia sim, dia sim senhor...

Poderia enumerar todas as vezes em que sou apanhada de surpresa, mas são muitas e isto não é uma lista de supermercado. Refiro-me aos raros momentos em que Ele não ocupa o meu pensamento e de repente, sem qualquer aviso prévio, algo direcciona a minha mente para Ele e nessas alturas o meu ritmo cardíaco atinge velocidades super sónicas.

Agora que finalmente tinha tomado a decisão de deixar o passado e pensar apenas no futuro, acontece algo que me iria fazer feliz.

Deixava tudo sem olhar para trás com uma condição... emprego pertinho dele. Eu sou uma mulher independente, tenho o meu orgulho, e ficar economicamente dependente dele estava fora de hipótese. Sem emprego não me mudava. Pois, adivinhem só? Consegui o emprego... mas agora já não adianta de nada, porque já não há nada.

Será isto uma coincidência? Eu acho que é gozo!

Claramente os deuses andam loucos... ou o timing deles é péssimo e eu é que tenho de aguentar.

2 comentários:

Ivana disse...

!!!!!!!!!!

Li disse...

Bem, antes de mais, querida Betty, um beijo pela tua coragem de te abrires dessa maneira! Poucas vezes tive a coragem de o fazer no Bacalhau.

Tudo o que relatas não é novidade para mim: amores desencontrados, as partidas da vida/destino/deuses(o que seja).

Aquilo que hoje sei e em que acredito é que estamos aqui é mesmo para aprender.
E embora eu só saiba que nada sei, ainda assim acho que já aprendi uma pequena coisa.

Quando pensas que tudo na tua vida é uma tragédia grega sem conserto, eis que na manhã seguinte tudo muda radicalmente e te impele para um caminho de plena felicidade.
Digo-o por experiência!

Portanto, acho que a única coisa que podemos fazer é abrir o peito e encarar os novos dias com optimismo e esperança. E dar um pontapé no mau-humor e na tristeza. Porque afinal de contas quem disse que o que um dia acabou não pode recomeçar? Quem disse que a oportunidade para a felicidade só acontece uma vez?
Só um idiota chapado acredita nisso...
'Sê alegria e trarás a ti alegria'