quarta-feira, abril 30, 2008

Parte III - De como me senti imensamente frágil perante o hálito quente da bruma


1 comentário:

Maria disse...

gosto desta foto
sim
gosto muito