segunda-feira, junho 02, 2008

Rock in Rio Lisboa - 2008

Á uns dias atrás eu dizia "Eu Vou", obviamente ver o concerto dos BON JOVI. Aliás todos vós devem saber, até porque não me calei com o assunto durante uns tempos.
É verdade "Eu Fui". E estou aqui para vos dizer que o concerto foi fenomenal, maravilhoso, superou as expectativas. Eles foram uns "senhores", chegaram à hora marcada, cantaram as músicas mais conhecidas e que os levaram à consagração, pena só não terem cantado "Bed of Roses", deliciaram o público com uma energia contagiante. O som estava fantástico e a voz do Jon continua exactamente igual. Houve alturas mesmo em que achei que estava a ouvir um cd.
O público foi também fantástico, acompanhando-os em todas as músicas, gritando, pulando, dançando e por aí adiante. As meninas que tiveram oportunidade de tocar no Jon (sim posso-o tratar assim, porque sou fã à imenso tempo) na altura em que ele desceu ao relvado, tiveram ***** estrelas; confesso que na altura em que ele desceu achei que elas lhe iam tirar algum "pedaço", mas não...
Giro foi também ver a heterogeneidade de pessoas, das mais novas às mais velhas, conjunto de apenas raparigas, mães e filhas, casais e até mesmo famílias.
Escusado será dizer que achei que o Jon estava lindo de morrer :), e que no momento que a imagem dele apareceu nos ecrãs, eu fiquei paralisada. É verdade! Acho que só naquele momento é que tomei consciência que estava mesmo no concerto deles. Fenomenal foi também quando ele colocou o cachecol de Portugal, que lhe atiraram quando ele desceu para perto dos fãs, e no fim quando entrou no palco com a t-shirt de Portugal vestida.
Este foi, sem dúvida alguma, o melhor concerto em que estive, e olhem que já estive em muito bons concertos, e o facto de ter sido o dos Bon Jovi, tem um significado ainda maior, como devem calcular. Não vim sem voz, como tinha apregoado, mas sim é porque tenho umas cordas vocais super resistentes, porque eu cantei, gritei, e saltei durante duas horas, non stop. Nunca achei que tinha resistencia para tanto.
Houve momentos em que senti mesmo que se não tivesse com mais pessoas a acompanhar-me, não ia fazer diferença, porque estava mesmo a deliciar-me com todos os momentos e pormenores que nem daria fé que estaria sozinha. Em todo o caso a companhia foi muito bom e também ela com energia para dar e vender.
Valeu a pena esperar 13 anos para voltar a ter a oportunidade os ver. Sim porque à 13 anos atrás os papis não deixaram ir sozinha.
À parte disto posso dizer que a organização do Rock in Rio estava bastante melhor que à 4 anos, havia imensos divertimentos e distracções e os serviços de apoio tinham imensa variedade.
Depois deste extenso relato, parece claro que, e citando uma pessoa conhecida, "AMEI".

3 comentários:

Ivana disse...

Jon, linving on a prayer, certamente terá sentido necessidade de dizer "Thank You" às fãs que vibraram com a music.

Vi do meu sofá e achei o máximo.

Maria disse...

está fabulosa a tua descrição...
até me apeteceu ter estado lá...

Madalena disse...

Nos jornais que fizeram referência ao concerto encontrei mais dois adjectivos que ilustram o que senti:

- MEMORÁVEL
- ARRASADOR

E com o "AMEI", já tudo dito!